Shadow

Soderbergh critica falta de sexo em filme de super-heróis

soderbergh sexo filmes herois capa

O diretor Steven Soderbergh declarou recentemente que não dirigiria um filme de super-heróis, e ainda deu seus motivos, bem curiosos.

Soderbergh além de dizer que “lhe falta imaginação” para dirigir um filme em um mundo em que “as leis da física não se aplicam” contou também que a “falta de sexo” nos filmes do gênero o incomoda.

Soderbergh comentou ao portal Yahoo!:

“Eu juro que não sou um esnobe. Não sinto, de forma nenhuma, que este é um tipo de história que está abaixo de mim, ou qualquer coisa assim. Para mim, é sobre o espaço que consigo ocupar como contador de histórias. Eu sou ‘pé no chão’ demais para habitar um universo em que as leis da física não se aplicam. A única ficção científica de verdade que eu fiz era na verdade um drama de personagens que, por acaso, se passava em uma nave espacial“.

soderbergh sexo filmes herois 1

E continuou:

“Por outro lado, muitos desses filmes não têm algumas coisas que são essenciais para que eu possa entender o mundo ficcional em que vou mergulhar, para que eu possa escrever, ou mesmo supervisionar a escrita, de uma história. Ninguém transa nesses filmes. Ninguém transa! Eu não sei como contar uma história em um mundo onde isso não acontece“.

Soderbergh ainda citou outras questões menos abordadas nos mundos da Marvel e da DC nos cinemas, como o pagamento dos super-heróis e quem os “gerencia”.

O novo filme de Soderbergh na direção, o thriller tecnológico Kimi, é estrelado por Zoë Kravitz e chega à HBO Max em 10 de fevereiro – confira o trailer.

Na minha opinião, Soderbergh com essa declaração entra no clubinho de diretores que antes de lançar um filme, fazem uma declaração polêmica sobre “filmes de super-heróis” pra chamar atenção e destacar seus filmes.

Mais notícias em breve!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.