Shadow

Warner é processada pelo lançamento de Matrix Resurrections no HBO Max

matrix 4 prejuizo warner bilheteria capa

A produtora Warner Bros. foi formalmente processada pela Village Roadshow Pictures. O motivo? A estratégia de lançamento de Matrix Resurrections. O filme chegou aos cinemas em dezembro de 2021, e teve estreia simultânea no catálogo do HBO Max dos Estados Unidos.

O portal Variety divulgou informações processuais onde a VR acusa a Warner de “deliberadamente prejudicar a bilheteria do filme para valorizar o HBO Max.”

LEIA TAMBÉM: Matrix 4 dá prejuízo de mais de 100 milhões para a Warner

O filme da diretorna Lana Wachowski até o fechamento da matéria só conseguiu faturar US$ 153 milhões, contra um custo de produção de US$ 190 milhões, fora verbas para lançamento e marketing.

neo matrix 4 prejuizo warner bilheteria
Matrix Resurrections amarga um enorme prejuízo

No processo, destaca-se o texto:

A estratégia da WB não apenas garantiu que Matrix Resurrections seria um fracasso de bilheteria, como também prejudicou seriamente à franquia inteira. Não há dúvida de que os números abismais das vendas de bilheteria para o filme diminuem o valor desta franquia, pois a falta de rentabilidade geralmente impede estúdios de investirem em continuações e filmes derivados a curto prazo.

A Warner já tinha feito essa estratégia antes

O filme foi parte dos lançamentos da Warner em 2021 que entraram nessa estratégia duvidosa de lançar o filme direto em streaming. Filmes como Duna e O Esquadrão Suicida também foram lançados nesse formato que recebeu críticas de cineastas como Christopher Nolan e Denis Villeneuve.

Mais notícias em breve!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.